Primeira Guerra Mundial

nota_guerra

 

Textos abordavam os reflexos da guerra no Brasil e no Rio Grande do Sul:

[…] Os consulados allemães, francezes e austríacos neste Estão chamando, respectivamente, os reservistas seus patrícios afim de seguirem para a Europa. O Diario, de Porto Alegre, diz saber que já se eleva a mais de 800 o número de allemães que deixaram o nosso Estado em demanda de sua pátria, onde vão offerecer seus sérvios, e que nesse número estão incluídos 18 moços brazileiros descendentes de allemães.

[…] Em consequencia da guerra, todos os productos estrangeiros têm encarecido extraordinariamente. A farinha de trigo, o kerozene, o carbuneto, as ferragens, estão por preços elevados. O governo brasileiro, está, porém, providenciando para sanar parte desse mal, estabelecendo uma linha de navegação do Lloyd Brazileiro para Norte America, a fim de trazer produtos.”

*A ortografia original foi mantida na transcrição.

primeira guerra

Por meio de notas e da publicação de telegramas, O Taquaryense repassava informações sobre a guerra que ocorria na Europa:

Nota

 

Página

 

Guerra