Davi Saraiva Schaffer

Mais do que um escritor de crônicas para O Taquaryense, Davi Saraiva Schaffer tem uma ligação forte com o semanário. Tataraneto do fundador do jornal, Albertino Saraiva, aprendeu a amá-lo desde cedo. Em 2012, Schaffer publicou seu primeiro livro – Crônicas.

Davi

Desde muito pequeno aprendi a amar esse jornal. No entanto, minha paixão pelas letras – escrevo crônicas semanais -, iniciou, nele, no ano de 1992. Também nesse jornal, mantive, por cerca de três anos, a coluna intitulada ‘Remexendo o passado’ (que vinha a ser uma cópia fiel de antigas notícias – em anos ‘salteados’). Atualmente, escrevo uma coluna, sempre com temas sobre o ser humano. Tive essa oportunidade de escrever, porque, naquela época, meu tio-bisavô, Plínio Saraiva (filho de Albertino), dirigia o jornal. Tínhamos uma relação muito próxima. Aliás, ele deixou de trabalhar na redação às vésperas de sua morte, em 1994, aos 101 anos! A diferença básica de O Taquaryense para os outros jornais está na essência dele. Com 127 anos de história, é uma ‘enciclopédia’ viva. Montado manualmente, na velha máquina ‘Marinoni’, ele não busca ‘competir’ com os demais. Ele é artesanal: para mim, um ‘trabalho bordado’ em papel”.

Davi Saraiva Schaffer

Leave a Reply

Your email address will not be published.